10 ações para evitar a proliferação do Aedes aegypti

O período mais favorável à proliferação do mosquito Aedes aegypti já começou, e junto dele chega o alerta para evitar o aumento do número de casos de dengue, chikungunya e zika. A palavra de ordem a partir de agora é mobilização geral para combater o inseto neste verão e evitar novos surtos país afora.

• Se for viajar deixar domicílios livre de possíveis focos para o mosquito Aedes. Realizar inspeção no interior da casa, quintal e toda área externa o que contribui para não permitir infestações no imóvel o que pode prejudicar toda uma região ter.

• Cuidado com o lixo: atenção redobrada com o lixo produzido. O grande consumo de produtos feitos de materiais recicláveis, depositados em locais inadequados, é motivo de preocupação porque o lixo pode ser um criadouro do mosquito.

• Nas folias: Em festas, blocos, desfiles de carnaval além dos cuidados com relação ao lixo, para não deixar as cidades sujas, o uso de repelentes é fator de proteção, para evitar o contato com os mosquitos vetores de doenças.

10 ações para evitar a proliferação do Aedes aegypti

1- Inspecionar a propriedade rural e identificar locais de risco para proliferação do mosquito. Monitorar possíveis criadouros semanalmente;

2- Se houver plantas ornamentais (ex: bromélias) que acumulam água, inspecionar e aplicar larvicida se houver água parada;

3- Descartar as embalagens de insumos em locais apropriados, cobertos e secos;

4- Inspecionar os pesqueiros desativados e barragens;

5- Checar se cisternas, poços ou tambores para água estão tampados;

6- Inspecionar calhas e telhados;

7- Bebedouros de animais também devem ser checados, principalmente, se pouco utilizados. Se encontrar larvas ou pupas nestes locais, os bebedouros devem ser escovados e a água trocada, no máximo a cada cinco dias;

8- Evitar deixar baldes, carrinhos de mão e outros utensílios que acumulam água ao relento;

9- Inspecionar todas as áreas da propriedade, inclusive reservas legais, e retirar dos locais descobertos pneus velhos, vasilhames, garrafas, latas ou qualquer outro objeto descartado que possa acumular água;

10- Cavidades em cercas de pedra, muros, pedras, árvores e outros devem ser tampados com barro ou cimento, de modo a evitar que coletem água.

Montanha recebe mais de R$900 mil em emendas parlamentares do Deputado Federal Givaldo Vieira

No último sábado (03), a prefeita Iracy recebeu o deputado Givaldo Vieira no Mercado Municipal de Montanha, para uma solenidade de entrega de emedas parlamentares do deputado para a nossa cidade.

A prevenção aos vários tipos de doenças para a população, de crianças até idosos, ganhou um importante reforço: seis geladeiras tecnológicas de imunização, que serão distribuídas entre a Unidade Sanitária, no bairro Maria Zélia –que recebeu outros 87 equipamentos– e outras unidades de saúde localizadas no Município. O deputado federal Givaldo Vieira esteve na nossa cidade para anunciar a compra desse conjunto de itens, dentre estetoscópios, oftalmoscópios, mobiliários e computadores, que só foi possível por meio de emenda parlamentar no valor de R$ 150 mil, que ele destinou ao Município.

Na oportunidade o deputado autorizou a compra de duas retroescavadeiras –com recursos advindos de outra emenda– que auxiliarão na manutenção das estradas da zona rural do município, bem como, construção de pequenas barragens que já estão em andamento.

A solenidade ainda contou com um pedido de um micro-ônibus pelo secretário municipal de Assistência Social, Odair Selim, destinado ao grupo de idosos Alegria de Viver, que foi prontamente atendido pelo deputado Givaldo e inserido no orçamento de 2019.

Além do parlamentar, o deputado estadual Padre Honório também participou da solenidade junto aos demais secretários municipais, vereadores e autoridades locais.

Montanha é o município com maior número de beneficiados pelo programa Reflorestar

Na última terça-feira (19), recebemos o Secretário Estadual de Meio Ambiente, Aladim Cerqueira e a equipe gestora do programa Reflorestar na pessoa do Marcos Sossai (Gerente) e Claudia Mello (Coordenadora) para uma reunião com a participação dos agricultores inscritos no programa.  A reunião teve como objetivo apresentar o projeto Reflorestar e reforçar o compromisso com os agricultores em relação ao andamento dos projetos, em parceria com o Bandes, através das consultorias ambientais VBs e Consulcampo.
 
Montanha hoje, é o município com o maior número de beneficiados pelo programa, constando 6 modalidades: Sistema silvipastoril, agroflorestal, recuperação com plantio, regeneração natural e preservação ambiental. Mais uma vez, o Governo do Espírito Santo assumiu o seu compromisso com o meio ambiente e com os agricultores capixabas. Os proprietários rurais interessados em participar do programa, podem se inscrever através do link: http://reflorestar.cargeo.com.br/registro/

EMEF Domingos Martins é a escola com mais medalhistas das Olimpíadas Brasileira de Matemática no norte do ES

A Secretaria de Estado da Educação e Coordenação Regional da OBMEP/ES realizou na tarde desta terça-feira (19) a cerimônia de premiação dos medalhistas da OBMEP 2016 da Região Norte em Nova Venécia. Participaram da cerimônia o Secretário Estadual de Educação Haroldo Rocha, o coordenador regional da OBMEP e professor do Departamento de Matemática da Ufes, Florêncio Ferreira Guimarães Filho, os medalhistas da OBMEP 2016, pais e/ou responsáveis, diretores e professores de Matemática dos alunos premiados na OBMEP 2016.

A diretora, Crislaine Selles, da Emef Domingos Martins recebeu o troféu pelo bom desempenho dos alunos da escola na OBMEP, sendo a escola com mais medalhistas no norte do ES. A professora Núbia Pancieri recebeu a homenagem por sua contribuição à formação matemática de seus alunos.

Na cerimônia foram entregues as medalhas aos alunos e ex alunos da EMEF “Domingos Martins” e ao aluno da EMEF “São Sebastião do Norte”.

Vale lembrar que os alunos da EMEF “Domingos Martins” recebem desde 2009 certificados de Menção Honrosa e medalhas de bronze, prata e ouro.

Montanha ganha primeiro lugar como “Município Sustentável” no ES

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Seama) de Espírito Santo, em conjunto com o Instituto Estadual de Meio Ambiente (Iema), realizou na última quinta-feira, 7 de dezembro, a premiação da 17ª edição do Prêmio Ecologia e o lançamento do Plano Estadual de Educação Ambiental.

O evento, realizado no Palácio Anchieta, foi prestigiado pelo governador Paulo Hartung, que no início da cerimônia, assinou o decreto que cria o Programa Estadual de Educação Ambiental. O município de Montanha (ES), foi premiado na categoria Município Sustentável com o primeiro lugar.

Para a diretora-presidente do Iema, Andreia Carvalho, a educação ambiental possui um papel transformador na sociedade e colabora com a adoção de posturas coletivas e cidadãs.

Prêmio Ecologia

Outro destaque da solenidade foi a premiação da 17 ª edição do Prêmio Ecologia, que é realizado em parceria com a Rede Vitória. O tema deste ano, Soluções e Inovações Ambientais, propiciou uma reformulação na concepção do prêmio que passou a ter um caráter mais técnico e voltado a projetos e pesquisas.

“O Prêmio Ecologia acompanhou as mudanças mais estruturantes da política ambiental do nosso Estado. Tivemos muitos avanços na área ambiental, que foram alcançados pelo zelo desta Administração, que está sempre em sintonia com a sociedade. O que vivemos aqui é o resultado de uma gestão responsável que administra bem as suas contas para cuidar das pessoas, e do meio ambiente também”, concluiu o Secretário de Estado de Meio Ambiente, Aladim Cerqueira.

Quatorze projetos foram premiados, distribuídos em sete categorias: pesquisa (pós-graduação e graduação); educacional (ensino fundamental e ensino médio); experiência de sucesso (rural e urbano) e municípios sustentáveis.

Montanha recebe mais de 20 milhões em investimentos do Governo do Estado

Na tarde da última quinta-feira (30), no Teatro Municipal, foram anunciados investimentos para a construção de uma barragem, instalação de telefonia móvel e construção de pontes em estradas rurais da cidade, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag).

A solenidade para o anúncio do pacote de investimentos para Montanha reuniu mais de 200 pessoas. Participaram o governador Paulo Hartung; o secretário de Estado da Agricultura, Octaciano Neto; a prefeita Iracy, além de lideranças estaduais e municipais.

O governador Paulo Hartung ressaltou que os investimentos anunciados para a região são viáveis por conta da política de austeridade fiscal desenvolvida pelo Governo do Estado, que priorizou equilíbrio das contas públicas, pagamentos de servidores e fornecedores em dia, além de investimentos em áreas estratégicas. “Só liberamos estes investimentos e estamos conseguindo estas importantes conquistas para o Estado porque fizermos o dever de casa e controlamos nossas contas. Não trilharmos o descaminho. Tudo que anunciamos aqui é porque temos dinheiro em caixa para poder fazer”, afirmou Paulo Hartung.

O secretário de Estado de Agricultura, Octaciano Neto, destacou que a publicação do edital para a licitação da barragem segue o cronograma apresentado pela secretaria em maio na cidade.

“Além disso, estamos dando ordem de serviço para duas pontes e para a torre de telefonia móvel e internet 3G para São Sebastião do Norte, que será instalada entre janeiro e agosto do ano que vem”, disse o secretário.

A prefeita Iracy Baltar agradeceu os investimentos do Governo para o município. “Montanha sem água é uma cidade sem vida. Sentimos muito a falta da chuva. É um investimento grande e importante para nossa cidade. Só temos a agradecer”.

No primeiro momento foi assinada a publicação do edital para licitação da obra da barragem Tutu Reuter. A previsão é de que a barragem tenha capacidade de armazenar mais de 2 bilhões de litros de água em 65 hectares. O investimento no projeto será de R$ 11 milhões.

Logo após, foi anunciado que a comunidade São Sebastião do Norte será contemplada com uma antena de telefonia móvel por meio do Programa Campo Digital. O edital de chamamento público para as empresas está aberto desde o início do mês.

Por fim, foi realizada a assinatura da ordem de serviço para instalação da ponte Córrego do Café, em São Judas Tadeu, de seis metros e da ponte Córrego do Sobrado, de oito metros. O valor do investimento total é de R$ 128 mil.

📝 Texto: Comunicação SEAG
📷 Fotos: Comunicação PMM

Categoria Sub11 de Montanha se classifica para as finais de grupo da 42ª Copa A Gazetinha

No dia 15 de novembro, aconteceu no Estádio Municipal de Montanha, a etapa Classificatória da Copa A Gazetinha 2017, as equipes das cidades de Ecoporanga, Itabatã, Ibirapuã, Nanuque, São Gabriel da Palha, Braço do Rio, Conceição da Barra e Montanha, disputaram uma vaga para final de grupos.

A categoria Sub11 de Montanha, venceu a equipe de Conceição da Barra nos Pênaltis por 3×0, após empatar no tempo normal. As categorias Sub13 e Sub15 jogaram bem, mas não se classificaram.

Na Final de Grupos da 42ª Copa A Gazetinha 2017, a categoria Sub11 de Montanha, enfrenta a forte equipe de Nova Venécia.

Prefeitura e Governo do Estado assinam Pacto pela Aprendizagem

Na última quinta-feira (26), recebemos o Secretario Estadual de Educação, Haroldo Correa e Eduardo Malini, Coordenado do PAES, para a solenidade de assinatura do Pacto pela Aprendizagem no Espírito Santo, que foi realizada no Teatro Municipal.

O Pacto pela Aprendizagem no Espírito Santo (Paes) é uma iniciativa do Governo do Estado com o objetivo de fortalecer a aprendizagem das crianças desde a educação infantil até as séries finais do ensino fundamental, desenvolvida a partir do estabelecimento de um regime de colaboração entre o estado e as redes municipais de ensino.

Na prática, o Paes é estruturado em três eixos de trabalho: Apoio a Gestão, Fortalecimento da Aprendizagem e Planejamento e Suporte.

Com o Pacto pela Aprendizagem no Espírito Santo, pretende-se alcançar as metas estabelecidas pelos respectivos planos municipais de educação, num contexto de severa retração econômica, onde a colaboração para a execução de ações articuladas passa a ser determinante para o desenvolvimento de uma educação de qualidade para todos os capixabas.

Portanto, a realização de parceria entre a Secretaria de Estado da Educação e as Prefeituras Municipais, tem como objetivo propor ações focadas nas salas de aula, voltadas para resultados de aprendizagem, a partir do diálogo permanente e ações conjuntas voltadas ao fortalecimento da aprendizagem e a melhoria dos indicadores educacionais dos alunos da educação básica no Espírito Santo.

 

Governo do Estado realizará auditoria e intervenção no Hospital de Montanha

A Prefeitura de Montanha, informa que a Câmara de Vereadores, devolveu nesta sexta-feira (27) a quantia de R$150.000 mil reais a prefeitura.

Em respeito a manutenção da vida e saúde dos cidadãos, a Prefeitura de Montanha irá superar a meta de repasse ao Hospital Nossa Senhora Aparecida, juntamente ao valor devolvido pela Câmara de Vereadores na última semana. Há uma semana atrás a Secretaria Municipal de Saúde disponibilizou para população uma prestação de contas com todos os repasses feitos no contrato de subvenção com o Hospital.

Esse valor possibilitará a gestão do hospital, que é privado, o pagamento dos salários em atraso que ameaçaram paralisar os serviços no último dia 23.

Confirmamos ainda que o Governo do Estado, através da sua Gerência Estadual de Auditoria em Saúde, procederá AUDITORIA E INTERVENÇÃO no Hospital e Maternidade Nossa Senhora Aparecida, para garantir a manutenção do serviço em saúde, conforme comunicado disponibilizado no site. Acesse pelo link: https://goo.gl/GUH9CW

Sebrae realiza curso de Compras Governamentais em Montanha

Curso de Compras Governamentais  Compradores

Horário: 08:30 as 17:30

Data : 27, 28 e 29/11/17

Local do Curso de Comprador:  Auditório INSS

  

Curso de Compras Governamentais  Fornecedores

Horário: 18 as 22:00h

Data : 27, 28 e 29/11/17

Local do Curso de Fornecedor:  Auditório INSS

________________________________________________________________________________________

INFORMAÇÕES IMPORTANTES:

O Curso do Comprador se dedica aos aspectos práticos e operacionais da Lei Complementar 123/2006, abordando a fundo todos os artigos do Capítulo V que trata das Compras Governamentais.

A atualização da legislação motivou a renovação do curso que agora incorpora todas as mudanças realizadas até janeiro de 2015.Todas para permitir a execução segura das atividades pedagógicas a fim de contemplar os cenários nos quais o comprador público poderá aplicar os benefícios a favor das MPE.

O principal foco é orientar o comprador quanto aos procedimentos para incluir as compras das MPE no dia-a-dia dos órgãos públicos. O curso apresenta ao gestor público as mudanças da legislação e traz exercícios práticos sobre como deverá abordar o tema em seus editais de licitação. Serão vivenciadas em sala de aula a realização do empate ficto, a regularização fiscal tardia, a montagem de editais de licitação com itens exclusivos para MPE até 80 mil reais, a criação de lotes de 25% de participação exclusiva para os pequenos negócios, a subcontratação de MPE nas licitações, a prioridade na contratação de MPE local ou regional e a aplicação da margem de preferência para produtos manufaturados no país ou com tecnologia nacional em relação aos produtos estrangeiros. O curso esclarece de forma objetiva como tirar a lei do papel para que o gestor faça a aplicação imediata dos benefícios para as MPE.

O curso é indicado para compradores públicos, ordenadores de despesa, pregoeiros, equipes de apoio, presidentes e membros de comissão de licitação.

Além desses temas também são abordadas as compras exclusivas por dispensa de licitação de gêneros alimentícios da agricultura familiar para a alimentação escolar e as características do Programa de Aquisição de Alimentos – PAA. O curso traz uma visão geral sobre conceitos inovadores que estão sendo incluídos nas compras governamentais, como a sustentabilidade e o RDC – Regime Diferenciado de Contratação, sugerindo de maneira objetiva formas para que essas inovações também se transformem em oportunidades para as MPE nos processos de aquisição pública.

Estrutura e Carga horária do Curso

O curso será realizado em 24 horas, divididas em três encontros de oito horas cada. Os encontros estão organizados por tema e assim distribuídos:

Encontro 1 – A preparação para a licitação;

Encontro 2 – Pregão Presencial com benefícios para MPE;

Encontro 3 – Políticas públicas inovadoras.

Público-Alvo

Compradores públicos, pregoeiros, equipes de apoio, comissão de licitação, secretários e funcionários da administração pública federal, estadual, distrital ou municipal.

 

_________________________________________________________________________________

O Curso do Fornecedor se dedica aos aspectos práticos e operacionais da Lei Complementar 123/2006, abordando todos os artigos do Capítulo V que trata do acesso ao mercado das Compras Governamentais. A atualização da legislação motivou a renovação do curso que agora incorpora as mudanças realizadas até janeiro de 2015.

O principal foco é orientar as MPE quanto aos procedimentos que deverão ser seguidos, tanto pelo fornecedor, quanto pelos órgãos compradores nas compras do dia-a-dia. O curso apresenta às MPE as mudanças da legislação e traz exercícios práticos sobre como deverá interpretar os benefícios nos editais de licitação. São vivenciadas em sala a realização do empate ficto, a regularização fiscal tardia, a aplicação dos benefícios as MPE, nas compras exclusivas até 80 mil reais, os lotes de 25% com participação exclusiva para os pequenos negócios, a subcontratação de MPE nas licitações, a prioridade na contratação de MPE local ou regional e a aplicação das margens de preferência para produtos manufaturados no país ou com tecnologia nacional em relação aos produtos estrangeiros. O curso esclarece de forma objetiva como as MPE podem participar das compras governamentais utilizando a legislação que as beneficia.

O propósito desse curso é propiciar condições para que o fornecedor possa desenvolver as seguintes competências:

Compreender a legislação de compras e as alterações posteriormente introduzidas, que garantem o tratamento diferenciado, simplificado e favorecido às MPEs nas compras públicas.

Entender a importância dos processos licitatórios como instrumento de desenvolvimento local e o fortalecimento da indústria nacional.

Despertar a motivação necessária para que as MPE se preparem para a participação nos processos licitatórios conhecendo a legislação e os riscos envolvidos nas compras públicas..

Participar das licitações públicas, após análise dos editais e dos riscos envolvidos no fornecimento às entidades públicas.

Estrutura e Carga horária do Curso

O curso será realizado em 15 horas. Os encontros estão organizados por tema e assim distribuídos:

Encontro 1 – Os benefícios da Lei Complementar 123/2006 e Empate Ficto;

Encontro 2 – Legislação de Compras Públicas e Análise de Risco;

Encontro 3 – Pregão Preparação para a Licitação;

Encontro 4 – Pregão Presencial com benefícios para as MPE;

Encontro 5 – Portais de Compras.

Público-Alvo

Fornecedores, empresários de micro e pequenos negócios, empreendedores, representantes comerciais, contadores, representantes de entidades de classe, cooperados, associados e pessoas que possuem interesse em fornecer produtos e serviços para a Administração Pública Federal, estadual, distrital ou municipal.

 

  • Faça sua inscrição agora mesmo. Baixe a ficha pelo link: http://montanha.es.gov.br/wp-content/uploads/2017/10/Ficha-de-inscrição-Curso-de-Compras-Governamentais.pdf

Powered by themekiller.com